Sexta-feira, 2 de Dezembro de 2005

...

 

934942405.jpg



Aprendi que se aprende errando
Que crescer não significa fazer aniversário
Que o silêncio é a melhor resposta,
quando se ouve uma bobagem


Que trabalhar significa não só ganhar dinheiro
Que amigos a gente conquista
mostrando o que somos
Que os verdadeiros amigos sempre
ficam com você até o fim.


Que a maldade se esconde atrás de uma bela face
Que não se espera a felicidade chegar,
mas se procura por ela
Que quando penso saber de tudo
ainda não aprendi nada
Que a Natureza é a coisa mais bela na Vida
Que amar significa se dar por inteiro
Que um só dia pode ser mais
importante que muitos anos
Que se pode conversar com estrelas
Que se pode confessar com a Lua
Que se pode viajar além do infinito
Que ouvir uma palavra de carinho faz bem à saúde.


Que dar um carinho também faz bem...
Que sonhar é preciso
Que se deve ser criança a vida toda
Que nosso ser é livre
Que Deus não proíbe nada em nome do amor
Que o julgamento alheio não é importante
Que o que realmente importa é a Paz interior
E finalmente, aprendi que não se pode morrer,
para se aprender a viver...


 


António Soares


02-12-2005

publicado por antoniopiressoares às 15:51
link do post | favorito
|
8 comentários:
De inconfidente a 9 de Dezembro de 2005 às 15:09
há tantas coisas que só a vida nos ensina...


De Mar Adentro a 7 de Dezembro de 2005 às 16:39
Palavras para quê? está fantástico o seu blog. Já mergulhou hoje Mar Adentro? Aproveite e mergulhe em http://maradentro.blogs.sapo.pt e deixe-se levar.


De sofia a 5 de Dezembro de 2005 às 11:43
Ah, oceano feito de lembranças,
ouço em minha cabeça teu rugido
trazendo ondas tantas de saudade
de certos tempos, olhos e lugares.
São turvas essas águas do passado
mas claros são os gestos vindo à tona,
de um fantasma doce, mentiroso,
suas promessas vãs nas profundezas.

Levar a terra firme essa jangada
ao navegar, são as ordens de agora,
pedindo que o vento das marés
saiba arrastar consigo essa tristeza.
Guarda oceano, a fúria desta noite,
transforma essas lembranças em espumas


oi o teuh blog ta mt fixe emsmo mt bem organizado e com ideias mt originais..deves continuar a postar nesse tipo de textos axo mt interessntes e as imagens tmb tao fixes
kd puderes passa plo meu..nao ta tao bom como o teu mas irei melhorar..http://magoadaporti.blogs.sapo.pt
fica bem bjux fxx


De paula a 5 de Dezembro de 2005 às 11:38
"A esperança é cheia de confiança. É algo maravilhoso e belo, uma lâmpada iluminada em nosso coração. É o motor da vida. É uma luz na direção do futuro."
Adorei o teu texto!
Um beijinho


De Heloisa B.P. a 4 de Dezembro de 2005 às 10:09
"E finalmente, aprendi que não se pode morrer,
para se aprender a viver..."
...............................De facto, assim e', ou deveria ser!

Agradeco a mensagem amavel que deixou em um dos meus blogs!
Eu, ja' tinha o prazer de o conhecer, pois ja' anteriormente, visitei este Seu BLOG! e, e' com prazer que volto.
_Tenho, por razoes de saude, estado afastada quase a 99%, como talvez se tenha apercebido pela leitura do meu blog!
Vejo com alegria que tem AQUI o banner do Conversando com as Palavras, que e' meu primeirissimo blog.Oportunamente, colocarei seu Link : nao o faco imediatamente, porque, infelizmente, me e' dificil estar ao computador por mais que uns escassos minutos. Porem, fiz questao de Lhe trazer ja' o meu agradecimento, pela GENTILEZA DE SEU CONVITE!
_Voltarei o mais breve possivel, pois tenho AQUI MUITO QUE LER E VER!_GOSTO DE OCEANOS E AZUIS INFINITOS!!!
Aceite minhas Amigas Saudacoes.
FIQUE EM SAUDE E PAZ!
Heloisa B.P.
**************







SAUDACOES




De Isa a 3 de Dezembro de 2005 às 21:35
Encontrei o teu oceano através da Anne. Gostei de navegar nele.
Um beijo meu


De anne a 3 de Dezembro de 2005 às 18:30
Quanta sabedoria no teu texto, Antonio. Adorei ler-te. Na verdade, passamos a vida toda aprendendo, uns muito devagar, outros, com maior sensibilidade, conseguem alcançar um viver com a comunhão dos tempos, o ontem, o hoje e possuem uma percepção a servir de bússola para atravessar mares tempestuosos.
Gostei da tua volta. No momento não tenho tempo para o msn, mal entro na net e às vezes que entro, mal visito os amigos blogueiros.
Adicionei muitos amigos e quando entrava, muitos ficavam com raiva pq não podia dar atenção para todos. Por isso nem adianta te adicionar, porque lá não vou, ok? Se quiseres enviar e-mails, posso responder-te com carinho. O endereço consta no blog, ok? beijão!


De amita a 3 de Dezembro de 2005 às 10:58
Olá António. Leva-se uma vida inteira a aprender e nunca se sabe nada. Uma bela e profunda meditação.Importante, realmente, é a Paz interior. Um bjo e bfs


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
23

24
25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Página de Homenagem póstu...

. Mensagem de Adilia Pires ...

. Homenagem póstuma a Antón...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

.arquivos

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds