Sábado, 19 de Agosto de 2006

...

Anomalia


ganj013.gif


Na anomalia
de volver-me todo dia,
como quem quer encontrar
lucidez onde é loucura;
desconstruo o que me fiz
quando perdi as fantasias...

um diz virá quando, enfim,
no mergulho mais profundo
poderei comungar comigo
a paz de não ser nada,
de não ter nada,
do nada.

publicado por antoniopiressoares às 19:21
link do post | favorito
|
29 comentários:
De Anglica a 18 de Novembro de 2006 às 01:28
Mil perdoes meu amigo blogueiro..soube somente agora ..hoje..oke aconteceu contigo..mil desculpas.espero que vc nao fique chateado por nao ter vindo aqui antes..e ter sabido ..afffff nem tenho palabras!!! p vc deixo essa frase ke eu adorava...abria meus email..e la ela estava

Abre a palma da mão direita, aquela que comanda o coração e recebe deste Oceano esta gotinha de água pura.
Agora fecha a palma da tua mão e guarda bem esta gota, pois mais cedo ou mais tarde irás precisar dela.
Se a perderes dou-te outra. É só pedires.

Amigo kerido..fica em paz!!!! e aki muitas saudades de vc!


De Blueyes42 a 2 de Novembro de 2006 às 22:29
Dias que me marcaram para sempre:
28 de Outubro de 2003 - falecimento da minha mãe, que me trouxe ao mundo;
28 de Agosto de 2006 - António Pires Soares, que saiu deste mundo.


De Babisoca a 29 de Outubro de 2006 às 12:16
Gostei. Bom fim de semana


De EVANIR a 6 de Outubro de 2006 às 23:30
Querido amigo nunca tive intenção de magoar ,disse a vc adoro PORTUGAL e sua gente tenho muitos amigos ai ,e amigas tambem tenha um final de semana muito feliz abraço do BRASIL Evanir


De EVANIR a 6 de Outubro de 2006 às 23:30
Querido amigo nunca tive intenção de magoar ,disse a vc adoro PORTUGAL e sua gente tenho muitos amigos ai ,e amigas tambem tenha um final de semana muito feliz abraço do BRASIL Evanir


De GotaDeAmor a 6 de Outubro de 2006 às 21:58
Amigo ... Estejas onde estuveres, eu sei que me vais ler ... Vim deixar-te um beijinho de saudade


De Blueyes42 a 2 de Outubro de 2006 às 18:21
Nota: Perante a partida derradeira deste nosso amigo, senti o dever moral de lhe prestar uma homenagem pelo que dele consegui ler nas entrelinhas e só me ocorre, neste momento, esta frase de Castilla del Pina, que reza assim: "Nada é verdade nem mentira, tudo é segundo a cor das lentes pelas quais se olha". / Ao longo do tempo que li e escrevi ao António Soares esta frase aplica-se religiosamente. A cor das lentes foi cristalina, pura e amiga e não notei qualquer mancha no seu diário e não tenho nada a apontar que enegreça a imagem deste homem. Lembro que António Pires Soares foi um EDITOR de muitos poemas. / De todos os artigos que ele PUBLICOU de Outubro de 2004 a Agosto de 2006, podemos concluir que, mesmo que alguns não sejam da sua autoria, há estados da vida que parecem uma autêntica imitação: Quem nunca amou!? Quem nunca sofreu!? Quem nunca riu!? Quem nunca chorou!? / Há pessoas que escrevem de tal forma que quando as lemos pensamos logo: "Eu sou assim" ou "Parece que fui eu que escrevi isto" e até considero que a maior parte das vezes é um grande elogio ao verdadeiro autor da escrita quando o lemo e damos a conhecer que gostamos. / Com o olhar do coração e com a beleza que se sente quando se olha assim, não o condeno por ele ter gostado de algum escrito que por algum motivo (que eu ignoro) o ter publicado sem indicar a autoria. Não li todos os artigos que António Soares publicou e se todos estão assinados, mas os que li; gostei muito. Ele fez a escolha que mais o sensibilizou e que serviu de alerta e como que o passar de uma mensagem para o mundo.
Por tudo isto que escrevi peço, encarecidamente, que se alguém encontrar artigos que sejam da sua autoria ou de algum autor consagrado, coloquem no comentário do respectivo artigo, indicando se possível a fonte de informação. Estou certa que há-de haver compreensão e a colaboração sobretudo da parte de quem lhe tinha muita estima.


De Antnio Rosa a 1 de Outubro de 2006 às 12:13
Casa bonita, esta sua. Muito bonita.


De Carlos a 29 de Setembro de 2006 às 14:43
Só agora, infelizmente e, por ter sabido do que infelizmente aconteceu, tive conhecimento que um conterrâneo meu tinha este blog. Tenho pena, pois gostaria de o ter conhecido melhor. Andei a navegar por ele e, gostei muitíssimo, terei muita pena se desaparecer. Gosto de ler o que escrevia. Dou aqui a ideia, caso não o tenham pensado, aos familiares e, ou amigos mais chegados que se publiquem´os seus poemas. Porque não pedir apoio às respectivas juntas e, ou câmaras. Será realmente uma pena ficar-se por aqui.
Para terminar, para a sua família as minhas sentidas homenagens, agora que passa um mês que perderam o António.
Carlos


De Blueyes42 a 28 de Setembro de 2006 às 20:10
Os meus sentimentos a toda a família no dia que faz 1 mês da partida do António Soares. O que quer que aconteça a este blog já dei o meu contributo para que ele Descanse em Paz e se sinta acarinhado por todos(as) nós. A data limite da feitura da sua página era o dia 28 de Setembro de 2006. Está concluída. Cabe à família manter ou não este blog. Fez-se o melhor que se podia e sabia mas confesso que houve algumas alterações de última hora conforme o nosso pensamento ditou. A quem entrar aqui para lá desta data e não souber o que se passou, queira consultar a página cujo url é http://oceanosemfim.no.sapo.pt e procure ler os artigos seleccionados num total de 9 + 1 de encerramento.
Às irmãs do António e não nomeio os nomes porque a mensagem é para todas, que perdoem alguma falha na página e se precisarem algo sabem como o fazer. Um grande abraço sentido. E tal como o António costumava despedir-se: Chauxau. [Porque hoje faz um mês fica aqui a minha homenagem e não me é possível comentar mais o blog. Vou ter muitas saudades do nosso querido amigo mas o que me conforta é que dia 28 de Agosto foi ele... nós... também vamos... só que ninguém sabe a hora... mas o António escolheu até a sua hora...] Deixem a Gaivota terminar seu voo. Rezemos por ele. Amén!


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
23

24
25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Página de Homenagem póstu...

. Mensagem de Adilia Pires ...

. Homenagem póstuma a Antón...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

.arquivos

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds