Quinta-feira, 6 de Outubro de 2005

...

 


O DIA A DIA????


 


the end.jpg




Passam-se dias, meses e mais de um ano. Será que esta brincadeira é para continuar?


Porque nesta altura não pode ser classificado de outra forma, um jogo com um só participante, um espectáculo em que o actor e espectador são a mesma pessoa, eu próprio. Uma brincadeira para satisfação pessoal, uma festa em que toco musica, lanço foguetes e apanho as canas queimadas.


Mas quantas vezes o que fazemos, não o fazemos unicamente por nós, pelo gosto que dá e não necessariamente para compartilhar com terceiros. Quantas vezes convidei e nada aconteceu.


Se eu fosse alguém com uma opinião forte e formada sobre diversos assuntos, provavelmente acabaria a importante partilha, tal como o disse um padre em Fátima ao confessar-me, “Filho, não és pecador, é sofredor, junta todas as coisas e  divide-as ao meio”. Mas eu sou teimoso e confiante busco de alguém que anda incessantemente à procura, que não sabe, que vai achando que ..., mas que não tem certezas de nada.


Ainda continuo, no meu papel de recém nascido, a tentar perceber o que me rodeia, a tentar perceber os ritmos, os sons, as cores. .. a Pessoa.


Ainda continuo a tentar compreender-me a mim próprio, tarefa bem mais difícil mas bem mais interessante. Todos somos pelo um pouco narcisistas, gostamos de ser o centro das atenções, se de mais ninguém, pelo menos das nossas.


Tenho uma vida inteira (independentemente dos poucos minutos ou muitos anos que me possam ser reservados, e que pouco me restam, será sempre uma vida inteira), tenho uma vida inteira pela frente para refazer este puzzle que eu sou, e que falhou,  finalmente ao fim de seis anos consegui descobrir a última peça para dissecar o meu ser, mas temo que seja demasiado longo esse tempo, que o trabalho fique por concluir e que tenha que cá voltar outra e outra vez.


António Soares,


 06-10-2005


 

publicado por antoniopiressoares às 15:21
link do post | favorito
|
3 comentários:
De Maria Papoila a 7 de Outubro de 2005 às 00:29
O meu desejo é que te consigas encontrar. Que este fim não seja um fim, mas sim um começo. bjs


De Paulo a 6 de Outubro de 2005 às 18:43
li algures, António, que a vida é alguém que leva um pedregulho vertente de um monte acima e que de vez em quando escorrega e tem de voltar do princípio.
O objectivo António, ´não é própriamente atingir o cume mas chegar de cada vez cada vez mais alto.:-)
Um forte abraço:-)


De marakoka a 6 de Outubro de 2005 às 15:45
descobri o blog hoje a deparo-me com "this the end", espero q não o seja, pois gostei do que li..gostei de saber q és teimoso, confiante,q tua busca é incessante, q não percebes tudo, q te tentas entender e que tens a vida inteira pela frente.....e mergulha....
jocas maradas


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
23

24
25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Página de Homenagem póstu...

. Mensagem de Adilia Pires ...

. Homenagem póstuma a Antón...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

.arquivos

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds