Segunda-feira, 2 de Maio de 2005

...

CRÓNICA


"A esperança"


efeito-042.gif



A vida é difícil


 


Enquanto não aceitarmos que a vida é difícil, e isso não é mau, não só não arranjamos estratégias e calma para vencer as dificuldades, como as aumentamos e arranjamos uma dificuldade maior. O que torna a vida ainda mais difícil do que é na realidade é pensar que ela devia ser fácil ou que alguém tem direito à facilidade. Mas a vida sem luta não é vida!


 


 Porquê? Porquê?



 Mas porque que as coisas acontecem?


Porquê que o mundo é injusto quando nós não o somos! Porque é que amar o não nos é correspondido, que não nos compreende, ou simplesmente, QUE NÃO NOS AMA!


Porque é que as coisas tem de ser assim tão difíceis?


É nestas alturas que eu me pergunto se existe Alguém lá em cima que olha por nós.. Que toma conta de nós.. Que nos ama.. Que quer a nossa felicidade..


É nestas alturas que devia haver uma luz acesa para o sofrimento que corre nestas ondas de cada um de nós, algo que nos pudesse apagar da memória para não poder voltar a sofrer.


 Mas isso também não seria cobardia da nossa parte? Esquecer para não sofrer? Será que deveríamos fazer isso?


Dentro do sofrimento existe algo que nos fez felizes.. Pode ter acabado.. Mas nem tudo e negativo.. Nem tudo deve ser esquecido..


Não há nada que esteja só


Não há nada que possa estar em completa solidão:


Tudo o que existe necessita de Amor


Para poder sobreviver ao ódio de uma desilusão...


 


 


 


É preciso sofrer depois de ter sofrido,


E amar, e amar cada vez mais, depois de ter amado


Para saber o que é um amor proibido


Tem que se aceitar esse ódio que por vezes é realidade


 


 


O amor perguntou ao ódio:


Porque me odeias tanto?


O ódio respondeu:


Porque um dia eu te amei demais.


E de ti só recebi desencanto



 


PORQUÊ?


Porquê,
Porquê fingir
Que o mundo não existe,
Porquê
Esquecer-me de mim
Em cada fuga,
Esconder-me
No refúgio das palavras
Onde me amparo
E em que me perco...


Até quando perder-me
Nos meus medos,
Fugir para os meus sonhos
E fingir que nada importa,
Que nada mais importa...


E nada...


Fico dentro de mim
Agarrado aos fantasmas
Que me cercam,
Que me prendem
E aos sonhos
Que se escurecem
E que não sei viver,
E que não sei sonhar...


E fica o sonho!!!
E fica o medo!!!


Porque só tu não ficas?


"A cruz da vida que ilumina meu Oceano" 


 


António Soares


02-05-2005

publicado por antoniopiressoares às 10:21
link do post | favorito
|
13 comentários:
De Margarida a 12 de Maio de 2005 às 10:56
Bom dia! Muito obrigada pela tua visita! Naturalmente existem à nossa volta variadíssimas pessoas na mesma sintonia de estados de espírito, todos somos humanos e possuidores de sentimentos! Amores perdidos ou “desamores” quem já não os teve!? Curiosamente, são os que perdemos pelo caminho, devido a diversas contrariedades e barreiras os que mais nos marcam e magoam... Contribuindo, por outro lado, para o nosso crescimento interior e maturidade, que também são necessários! É preciso erguer o espírito e ter forças para voar em frente... E acredito o conseguirás! Um beijinho! Continua


De Menina_marota a 11 de Maio de 2005 às 13:55
Olá António... vejo que não colocas nada desde o dia 2, está tudo bem contigo?

Seja o que for que te esteja a acontecer, tem força e fé...não desanimes, nunca...

Deus quando fecha uma porta, abre uma janela...

Um abraço amigo, espero que voltes breve.


De Menina_marota a 7 de Maio de 2005 às 11:44
Bom dia...venho convidar-te a visitar o meu novo blog.É um blog que pretendo seja diferente, mas que continuará a ter a essência daquilo que sou...

O anterior (eternamenteMenina) continua... o primeiro amor não se esquece... vou ver é se não ficam com ciúmes um do outro, porque estou disposta a ficar com os dois... eheh

Um abraço e bom fim de semana ;-)



De Gonalo a 7 de Maio de 2005 às 01:15
Para variar, encontro aqui um optimo texto.
Falar da vida é tao dificil muitas vezes como vivê-la...
Em relação aos porquês que encontramos na vida, muitas vezes não conseguimos obter respostas concretas....enfim...a vida é isso mesmo!!!
Um abraço e um optimo fim de semana


De frances87 a 6 de Maio de 2005 às 21:52
parabens pelo texto q está excelente :D

Pois é a vida nao é nada de facil mas tb nao acho q seja algo de muito dificil. Para mim a vida é um momento. Um momento com altos e baixos e nos é q a comandamos e temos o poder de fazermos dela o q queremos.

fica bem


De Fernanda a 5 de Maio de 2005 às 23:56
E o que seria da vida não fossem nossos problemas e desilusões.
As vezes é tanta dor que parece que não vamos aguentar, mas também é verdade que nossa cruz não é nunca mais pesada do que aquilo que podemos aguentar.
O segredo, acho, é aprender com a dor. É recolher, por algum tempo a felicidade, para que, quando ela volte, volte mais cheia de vida.
Beijos, carinho e muito amor prá você!
Que tudo fique bem (e ficará).


De Anjo do Sol a 4 de Maio de 2005 às 18:10
Viver cada dia como se do último se tratasse. :) Não consigo dizer mais nada perante tanta emoção nessas palavras. Sinto-a apenas. Bjitos


De mary a 4 de Maio de 2005 às 12:33
eu pergunto, porque é fácil para uns,( ou não será???), e para outros já antes de nasacer, a vida já lhes era é continua a ser complicada??


De arara a 4 de Maio de 2005 às 12:29
ás vezes perco-me no rastilho desta vida


De imar a 4 de Maio de 2005 às 12:28
è mesmo a vida é dificil..


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
23

24
25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Página de Homenagem póstu...

. Mensagem de Adilia Pires ...

. Homenagem póstuma a Antón...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

.arquivos

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds