Quinta-feira, 17 de Fevereiro de 2005

...

Eu queria ser...


48.gif



O parceiro das tuas alegrias,
o ombro das tuas infelicidades ,
o motivo de cada sorriso
e a razão de tua saudade.


És do poeta a inspiração,
do músico a própria canção,
o néctar da mais fina flor,
do mundo, meu grande amor.


És poema que nunca foi lido,
o sonho que não quero acordar,
do amor, o próprio cupido,
minha vida, o meu sol, o meu ar.


Se tivesse eu o dom da poesia,
para numa só palavra
 descrever o amor,
este nome o teu seria.


E eu o faria, em verso ou prosa
como faz o trovador.
Mas como na poesia não posso
 me apoiar, apenas três palavras queria escrever

"Eu te amo",

mesmo sem acreditares,
és o sonho que não quero
acordar.


António Soares


17-02-2005

publicado por antoniopiressoares às 22:36
link do post | favorito
|
1 comentário:
De andrye a 18 de Fevereiro de 2005 às 12:42
Muito bonito.isso sim é o conceito de companheirismo.beijokas.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
23

24
25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Página de Homenagem póstu...

. Mensagem de Adilia Pires ...

. Homenagem póstuma a Antón...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

.arquivos

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds