Segunda-feira, 3 de Janeiro de 2005

...

BEIJO


ft_9.jpg 


Beijo partido de vidro,
incandescente,
de cores escorridas
e pincéis sujos.
Beijo de papel branco
num canto jogado.
Beijo cheio de ausências,
de cortes e dores,
de braços cansados.
Beijo de caminho sem volta,
num quarto vazio.
Beijo sem boca,
sem corpo, sem custo.
Beijo no claro e vazio da minha alma
que se solta...
Calma!


António Soares


03-01-2005

publicado por antoniopiressoares às 19:34
link do post | favorito
|
4 comentários:
De amita a 8 de Janeiro de 2005 às 17:06
Belo este poema sobre o beijo desejado em sonhos. Bom fim de semana


De andrye a 5 de Janeiro de 2005 às 12:45
O beijo é das coisas mais fogosas q se possa dar. biejokas.gostei deste texto.


De andrye a 5 de Janeiro de 2005 às 12:45
O beijo é das coisas mais fogosas q se possa dar. biejokas.gostei deste texto.


De andrye a 5 de Janeiro de 2005 às 12:44
O beijo é das coisas mais fogosas q se possa dar. biejokas.gostei deste texto.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
23

24
25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Página de Homenagem póstu...

. Mensagem de Adilia Pires ...

. Homenagem póstuma a Antón...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

.arquivos

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds