Domingo, 2 de Julho de 2006

...

 AETERNA PAZ


05_06_05_paz_celia.gif



Último pedido (Abre a palma da tua mão direita, mas não por completo, como se fosse uma concha do mar, fecha os olhos e recebe de mim esta gota muito salgada a cair pelos meus olhos na tua mão. Sente apenas, não olhes para ela. Agora fecha a mão. Esta é a gota da felicidade, pois deverás guardá-la para todo o sempre, mas nunca a devolvas ao meu Oceano, estima, mima-a, beija-a, acarinha-a, nunca encontrarás outra igual para igual)



Então vejo todos...
E sinto que não estão ali.
Perdidos, sem noção...
Sem carinho, nem para onde fugir.
Sofrem de indignação.
De maus tratos até.
Com a cura na mão.
E a salvação em pé.
De frente quase gritando.
Tentando mostrar o significado da vida.
Era tão simples amar sem medo.
Que foi esquecido...


Voltar para uma vida normal e secreta.
Hoje já não mais exercido.
Eu sinto falta do meu sossego, da minha calma.
Com minha coragem retraída,
Só te peço em prantos.


Doces, leves, calmos mantos.


Pensa em tudo de bom que se passou.


Retribui e reconquista o mal feito.
Volta para e o mundo, e ser o que eras.
E não voltes, para ver o que te espera.


Neste Oceano há espaço para muita gente.


Que quer mergulhar, viver na obscuridão infinita.


para poder alcançar sem rancor a felicidade.


Não haverá barco de salvamento, mas uma jangada de amizade.
Volta se realmente queres derramar as tuas lágrimas.


Volta à beleza do meu sentimento.
Exercidos sem medos, e tamanho alento.
Com canções naturais e um suave pigmento.
Que dá cor às flores e elimina o veneno.
Se há ainda, está escondido.
Com medo de sair e ser assaltado até por quem nunca foi bandido.
Foi quando um velho sentado na calçada.
Me contou uma história exacta.
Do mundo quando criança.
De quando tudo era novo...
De quando tudo era claro.
Mas,
De um mundo perdido e escuro.
Tudo envelhecido e sujo...
Me restou dizer...
Que viver...
Mais perece um desgosto.
E respirar é um fardo.
Não voltes mundo,


Deu-me um papel muito velho, quase um pergaminho.


Era uma oração,


Pediu-me lê-a todos os dias e terás a Graça de Deus.
Retardar é errado.
Mas peço-te que por um segundo.
Sejas melhor do que possa ter conquistado.
E verás então...


As Asas da Paz!

publicado por antoniopiressoares às 22:05
link do post | favorito
|
9 comentários:
De EVANIR a 6 de Julho de 2006 às 17:21
ESTOU aqui para conhecer seu lindo mar,e me apresentar a vc tenho outrs blogues e deichrei o endereço aqui---palavradeluz.zip.net-----evanir.zip.net ,fiacrei muito feliz se ne acitar como amiga ,e posso dizer seu blogue é um pedaço de céu ,DEUS te abeçe sempre,,beijos evanir


De GotaDeAmor a 5 de Julho de 2006 às 02:31
Deposito nas tuas mãos uma GotaDeAmor, para teres a certeza da felicidade ... Enquanto houver um amigo na goteira do Mundo ... Tenho a certeza de estar viva ... Beijinhos


De nil a 4 de Julho de 2006 às 19:35
Olá!!!
Parabenizo vc pelo destake no http://www.lksites.com/main.html,ke esta
ponte só venha aumentar tuas amizades ricas em karinhos,
respeito,e muito amor de todos ke irão torna-se seu amigo,
beijos em teu coraxãozinho e fike com Deus e os anjos digam
AMém sempre a vc e familia!!Boa semaninha pra vc com muito
brilho e encantos**
Nil-2006


De Babisoca a 4 de Julho de 2006 às 14:42
Oi, se quiseres trocar ideias sobre textos, etc tens aqui o meu contacto:
barbaragameiro7@hotmail.com.


De Secreta a 4 de Julho de 2006 às 09:05
Olá.
Passo para te desejar uma excelente semana.
Deixo um beijito.


De Nylda a 4 de Julho de 2006 às 08:53
Olá António...
Obrigado pela visita ao meu blog e pelas lindas palavras.
Adorei conhecer o teu blog. Vou voltar ;)
"Nunca deixe de abrir uma nova porta.
Por ela podem entrar amigos inesperados,
amores verdadeiros, aventuras inesquecíveis...
E não se esqueça principalmente,
de manter a janela bem aberta.
Ela trará, ao fim de cada dia um lindo "pôr do sol".
Uma semana iluminada é o que te desejo.
Beijos e um sorriso.


De Mitzu a 3 de Julho de 2006 às 13:47
OI Poeta!
Passei para ver como estás e também para dar-lhe um beijo no coração.

Fique em paz e que os anjos do Senhor te amparem sempre.

Mitzu


De Maria a 3 de Julho de 2006 às 00:24
Recebo nas minhas mãos este teu poema infinito,bato palmas,acredito,que a amizade é um grito,calmo ou agitado em constante turbulência,assim é o mar...e contigo voo nas asas da paz.
Muito bonito este teu poema,gostei muito.
Beijinhos
Maria


De Mitzu a 3 de Julho de 2006 às 00:24
Que lindo poema!
Sem cobranças...um pedido puro, uma entrega, uma jangada de amizade...um convite a reflexão.
Linda expressão Poeta!
Beijos em teu coração e na tua alma.

Mitzu


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
23

24
25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Página de Homenagem póstu...

. Mensagem de Adilia Pires ...

. Homenagem póstuma a Antón...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

.arquivos

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds